8 de out de 2012

Barão Vermelho - Banda da Semana [13]




Barão Vermelho é uma banda de rock brasileiro fundada em 1981, na cidade do Rio de Janeiro, Brasil, na mesma época em que diversas bandas de rock surgiram. Mesmo assim, é considerada uma das principais da década de 80 e também do rock nacional.

Com sua formação original – Cazuza, vocal; Frejat, guitarra; Dé, baixo; Maurício, teclados; e Guto, bateria, lançou três álbuns Barão Vermelho (1982), Barão Vermelho 2 (1983), e Maior Abandonado (1984). No entanto, o sucesso só chegou depois de fazerem a trilha-sonora do filme “Bete Balanço”, grande sucesso da época, com música de mesmo nome e incluída no Maior Abandonado, que atingiu 100 mil cópias nos primeiros seis meses. Depois disso, em 1985, o Barão se apresentou no primeiro “Rock In Rio”, por duas vezes: em 15 e 20 de janeiro. Neste mesmo ano, Cazuza deixou a banda para seguir carreira solo.

Frejat assume os vocais e, em 1986, lançam Declare Guerra, que apesar de ser bom, não teve boas vendas. Nessa mesma época, entram na banda Fernando Magalhães na guitarra; e Peninha, na percussão. Em 1987 veio o Rock N’ Geral e, Maurício também deixa a banda (anos depois voltaria, como músico convidado). Em 1988, é lançado Carnaval. E em 1989, foram lançados um álbum ao vivo e uma coletânea (Barão & Cazuza: Melhores Momentos).

Em 1990, o baixista Dé Palmeira sai do Barão. E a banda volta a lançar um álbum, Na Calada da Noite, que contém o sucesso “O Poeta Está Vivo”, em clara homenagem a Cazuza que faleceu no mesmo ano. E em 1991, gravam um acústico MTV, que recentemente foi lançado num box comemorativo. Seguem com Supermercados da Vida (1992),o primeiro disco com o baixista Rodrigo Santos,e depois lançam o álbum Carne Crua (1994). Em 1996, é lançado Álbum, com parcerias de artistas como Ângela Ro Rô, em “Amor, meu grande amor”, e as regravações de “Só As Mães São Felizes” (parceria de Frejat e Cazuza) e “Vem Quente que eu Estou Fervendo”.

Em 1998, Puro Êxtase é lançado e, com ele, os grandes sucessos radiofônicos “Puro Êxtase” e “Por Você”. Já em 1999, o Barão grava o “[album artist=Barão Vermelho]Balada MTV[/abum]”, com canções do passado com roupagem nova. Em 2001, a banda dá uma parada e lança uma coletânea, [album artist=Barão Vermelho]Pedra, Flor e Espinho[/abum]. Só retorna em 2004, com o álbum Barão Vermelho. Destaque para as excelentes “Cara a Cara”, “Cuidado” e “Cigarro Aceso No Braço”. E em 2005, o Barão grava um MTV Ao Vivo, com repertório que passa por todas as fases da banda, e vai desde as clássicas “Maior Abandonado”, “Bete Balanço” e “Pro Dia Nascer Feliz”, até as novíssimas “Cuidado” e “A Chave da Porta da Frente”. Destaque também para a emocionante “Codinome Beija-Flor”, onde Frejat faz um “dueto” com Cazuza.

O Barão Vermelho está em férias novamente, desde o começo de 2007, desta vez por tempo indeterminado e seus integrantes seguem carreira solo e/ou em outras bandas.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário!