2 de fev de 2013

10 coisas sobre Janis Joplin



Sua última gravação foi uma mensagem de aniversário para John Lennon.

Em 1967, ela foi apresentada a Albert Grossman (empresário de Bob Dylan). Drogada, ela caiu no chão em estado lastimável. Mas mesmo assim ela foi contratada no dia seguinte.

A cantora foi presa em 15 de novembro de 1969 em Tampa, na Flórida (EUA). A acusação: usar linguagem vulgar e indecente.

Ela entrou para o Rock and Roll Hall of Fame em 1995, junto com Led Zeppelin, The Alman Brothers Band, Frank Zappa, Al Green e Neil Young.

Ela havia deixado 1.500 dólares em seu testamento para que dessem uma festa em seu funeral. A banda Grateful Dead foi chamada para tocar.

Janis Joplin foi cremada. Suas cinzas foram jogadas na costa da Califórnia.



O filme "The Rose" (1979) é baseado na história da vida de Janis Joplin.

Em fevereiro de 1970, Janis Joplin esteve no Brasil para tentar de se livrar do vício da heroína. A cantora aprontou bastante durante o tempo que passou no país. Fez topless na praia de Copacabana, se apresentou em um bordel e foi expulsa do hotel em que estava hospedada, o Copacabana Palace, por nadar nua. Ela também quis participar de um desfile de escola de samba, mas foi barrada por um segurança.

O disco Cheap Thrills era pra se chamar Sex, Dope And Cheap Thrills, mas a Columbia Records não gostou muito da ideia.

Em 1963, ela foi eleita "o homem mais feio da faculdade" na Universidade do Texas. Foi isso que a fez se mudar para São Francisco (Califórnia).


Fontes: Ultimate Classic Rock e Guia dos Curiosos



0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário!