16 de ago de 2012

MTV Brasil com a corda no pescoço




          Segundo a jornalista Keila Jimenez, do jornal Folha, a história da MTV no Brasil pode estar se aproximando de um triste fim. A colunista disse que o grupo Abril (detentor dos direitos do canal no país) deu início as negociações para dar um novo rumo a emissora ainda esse ano. As negociações começaram há dois meses, e envolve desde a venda da parte nacional da emissora até a devolução da marca "MTV Brasil" para a Viacom (Quarta maior empresa responsável por mídias - televisão por assinatura e cinematografia - do mundo e "dona" da marca "MTV)
          Segundo Keila, a MTV não tem alcançado os resultados esperados por seus executivos, e mesmo depois da recente cortes de gatos, a situação continua complicada. No Brasil, a MTV tem mais de 30 emissoras afiliadas (VHF e UHF). A jornalista ainda diz que os possíveis compradores envolvem religiosos e um grupo de investidores internacionais. O prédio da MTV Brasil (localizado na Zona Oeste de São Paulo) também está incluso no "pacote" de venda.
          O que pode acontecer também, é que com a venda, a Abril (que tem os direitos da marca MTV Brasil" licenciado até 2018) poderia renegociar esses direitos com a Viacom, e rebatizar  um de seus canais na TV paga. Com isso, a atual grade da MTV não existiria mais.
          Via assessoria, o Grupo Abril e a Viacom, disseram que não irão se pronunciar sobre o assunto.




0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário!