13 de jul de 2012

Maluquices do mundo do Rock

Todo mundo sabe que tem alguns malucos por ai, mas tem uns caras que se superam e por "coincidência" os mais conhecidos são roqueiros, quem diria não é? Então aqui vai algumas dessas aventuras!

Gene Simmons

   Há rumores que  Gene transou com mais de 4.600 mulheres. Não tenho dúvida disso, na época em que ele era mais novo e o Kiss estourando no mundo, ele mal devia pensar em transar e já deveria aparecer alguma mulher querendo.

Keith Moon

   O baterista do The Who ficou conhecido por viver uma vida insana, dentro e fora dos palcos. Ele tinha problemas com álcool e drogas ele morreu de overdose aos 31 anos.
   Segundo o próprio Keith contou: “Eu sempre levanto mais ou menos às 6 da manhã. Tomo minhas bombas e ovos. E bebo uma garrafa de Dom Perignon. E meia garrafa de aguardente. Depois um par de pílulas. Aí já são umas 10 horas e eu tiro um bom cochilo até as 5 da tarde. Eu levanto, tomo um par de black beauties (anfetaminas), pouco de aguardente, um pouco de champanhe e saio para a cidade. Então nós agitamos. E embalamos até umas quatro da manhã.”
   Certa vez, ele colocou uma bomba, feita por ele mesmo, dentro da bateria e acendeu o pavio. Cairam pedaços de bateria pra tudo quanto é lado e o Pete Townshend fodeu com a audição permanentemente.

Mais algumas coisas que ele já fez:
- Acendia fogos de artifícios nos corredores dos hotéis
- Deixava cabeça de porco na cama dos outros
- Uma vez ele teve uma luta de comida pelado com policiais
- Se vestiu com uniforme da polícia nazista e foi pra uma festa
- Uma vez ele foi atacado por uma gangue de skinheads e, sem querer, atropelou e matou seu próprio motorista. Acabou nem dando nada pra ele judicialmente.

Ozzy Osbourne

   Arrancou a cabeça de um morcego no palco achando que era de mentira (nessa época, os fãs levavam pedaços de animais pra jogar no palco, doido, eu sei) e ao perceber que era de verdade, foi correndo tomar quilos de remédio pra raiva e coisas do tipo;
   Ele era viciado em álcool e fugia sempre pra um pub perto de casa. Um dia a Sharon escondeu todas as roupas dele, pra ver se ele sussegava e ficava em casa, mas ao invés disso, ele se vestiu com as roupas dela e saiu mesmo assim.
   Quando ainda estava no Black Sabbath, ele transava com a mulherada e depois saia atrás de um médico pra tomar remédio contra DSTs. Ele é hipocondríaco.
   Ele ficou bêbado durante uma reunião com o presidente dos Estados Unidas, o Bush na época.
   Livre dos compromissos com a Jet Records, Ozzy assinou contrato com a Epic Records e Sharon decidiu que seria interessante um pouco de publicidade. A idéia inicial era que Ozzy soltasse duas pombas durante um encontro com os executivos da gravadora só que, a despeito dos acontecimentos com o morcego, Ozzy libertou uma das pombas e arrancou a cabeça da outra a dentadas.

Ozzy logo após decapitar o pombo.
   Conta-se que Ozzy estava excursionando com o Motley Crüe. Depois de uma noitada, as duas bandas haviam acabado de retornar ao hotel ao amanhecer. No caminho entre o estacionamento e a entrada principal, Tommy Lee comentou algo sobre uma fileira de formigas que cruzavam o pavimento. Ozzy de onda, se ajoelhou diante da fileirinha de formigas e, com um canudinho, as aspirou narina acima, como quem cheira uma carreira de cocaína. Comentando a respeito do incidente, Ozzy teria dito apenas, “É! Nessa época eu fiz muita merda!”

Fonte: Whiplash e Ana Unplugged

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário!